quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Los Santos: Operação #512

Este episódio equivale ao sucessor espiritual da série "Combates no GTA".
Opine, comente a respeito de passar isso para frente. Grato...

-

Operação #512

Los Santos: 21h30min...


"Ah, as ruas. Molhadas, frias e sombrias...
Talvez você até pense que elas estejam sombrias, mas acho que a única pessoa que teria o direito de falar isso seria eu."


"Porque nessa noite fria e escura, você não vai querer sair para se molhar. Apenas recitar um versinho ou outro, com ose fosse um poeta.

Mas eu não... eu saio para encarar a chuva".


- #72: Checando área... Ah, pela minha vida. Estamos sem suporte agora!
- #71: Te dou cobertura. Vá na frente!
- #72: Estou vendo um homem em cima de um caminhão. Está segurando...


"E um lança-foguetes surge na minha frente! Entendeu o que eu disse sobre só eu poder comentar sobre a rua?"


- #72: 71, responda! 71!! 71!!!
Controle: [Atenção, equipe Celta. O nº.71 está morto. Repito, nº. 71 está morto, câmbio.]

"Ele era o meu melhor amigo... não dava para simplesmente deixar o negócio daquele jeito. Para piorar, dois caras surgiram na MINHA frente... é, eu não estava com sorte... hê, hê."


#72: [CONTROLE! REFORÇOS, URGENTE!!!]
Controle:[Copiando, 72... Negativo, infelizmente todas as nossas outras tropas foram dizimadas. Câmbio.]
#72: [Tem... um míssil... vindo... NA MINHA DIREÇÃO!!!]
Controle:[Nos dê um toque quando tiver mais informações... câmbio, desligo.]
- #72: Mas o que... ah, m%#$&.


"Uma missão difícil? Talvez... para você, que tem medo da rua só porque está molhada e escura. Devia se orgulhar. Você tem medo de um batedor de carteira. que matem a sua esposa...

Eu não posso mais ter medo disso, meu caro, e nem teria, perco grupos de amigos todos os dias e preciso manter a sanidade em primeiro plano em plena missão."


- #72: EXPLODINDO VEÍCULO! REPITO, EXPLODINDO VEÍCULO!!! Ah, caramba... 73, onde está você?


"Lembro-me bem dessa cena... HÁ, há, há, há... é, o carro tinha explodido e ainda tinha um que conseguiu sobreviver. Ele não queria morrer, mas infelizmente eu ainda estava vivo para isso. Pois é, cada missão tem suas surpresas. Mesmo que em troca você só receba perda e tragédia, não é tão ruim assim."

- #72: P%$#@!! Cadê você, 73?! Já basta a central me deixar sozinho contra esse bando de bandidos...?
- #73: Aqui, 72, aqui! Cuidado, tem um alvo na escada!
- #72: Até que enfim... o que estava fazendo? Gravando um vídeo de mim matando todo mundo e colocar no seu blog?
- #73: Sem piadinhas, tá? Esse cara é osso duro de roer!


"Carros de bombeiros... só tinha 2 porque esses mafiosos filhos da p%$# mataram todos eles. Sim, eles tiveram a maldita coragem de matar cidadões inocentes, que iriam salvar pessoas! NÃO, IAM SALVAR AQUELES VAGABUNDOS!!!

Ah, eu já não tenho mais tempo para ficar nervoso... vamos prosseguir, antes que eu fique deprimido e me mate."


- #72: É esse o seu alvo difícil?
- #73: Vai, eu te dou cobertura! O que você queria?
- #72: Queria que pelo menos uma vez na vida os soldados bons deixassem de morrer para que ajudantes imprestáveis como você pagassem o preço!
- #73: HÁ, HÁ!!! Certo, certo... eu ainda tenho mais mortes que você. Aliás, eu vou atualizar minha ficha quando voltar...
- #72: SE voltar, não é?


"O resto da missão foi fácil demais. Uns idiotas armados com pistolas detonados..."


"...e agora o negócio é só subida".

#72: [Atenção, Central. Copie... estou no perímetro do alvo, o helicóptero com os documentos ainda está intacto, câmbio!]
Central: [Muito bem, nº. 72. Limpe o perímetro e leve-o até a base. Estaremos rodando o seu curso quando estiver vindo. Câmbio.]


- Michael: DROGA, ELES CONSEGUIRAM! FAÇAM ALGUMA COISA, IDIOTAS!
- Max: Eu não vou deixar um idiota de farda encostar no chefe... detona ele!
- Fred: Podíamos pegar ele!
- Bob: É isso aí! PEGA ELE! DEPOIS VAMOS ARRASTAR ELE PELA CALÇADA E...

"Tirando a parte do 'me arrastar pelas calçadas e alguma coisa', eu segui tranquilo. Na última missão, o traficante que eu fui prender me ameaçou com um vibrador usado xingando a minha mãe. Bem, se você aguenta que xinguem a sua mãe, você é um bom policial. Infelizmente eu matei o cara depois que ele disse isso e perdi uma evidência..."


"É isso aí, meu camarada..."


"Eu sou..."


"... demais!"


#72: [Atenção, Controle! Área limpa. Helicóptero a salvo, câmbio.]
Controle: [Meus parabéns, nº. 72. Planeje a rota e traga-o até a base, câmbio.]
#73: [EI, e eu?]
#72: Se lembra daquele taxi quando a gente chegou aqui?
#73: [...]
#72: [Certifique-se de colocar o dinheiro no bolso do corpo do taxista, ok? HÁ, HÁ, HÁ!]
#73: [Rá, rá, rá... beeela piada, cara, estou morrendo de rir.]
#72: [Até outra vez, cara. Foi mal por te chamar de imprestável, a gente se vê no departamento.]


"Uma curiosidade: Ele realmente voltou de taxi para lá."

#72: [Ok... agora que a operação está completa, podemos falar normalmente, agora. Que frescura esse negócio de 72, 71, 73...]
#73: [Sem dúvidas, cara... bem, até outra, 72... ou melhor, Jhonny.]
Jhonny:[Te vejo lá, Zack.]
Zack: [Ok, então... hê, hê.]


"Que missão, hein? Que nada... algo muito pior vinha para acontecer. Sim... foi uma falta de educação não ter falado no início, mas meu nome é Jhonny. Jhonny. Não interessa saber o resto, apenas Jhonny está bom.

Uma grande aventura estava para vir. Eu quis contar essa história tanto porque foi a última vez que eu coloquei meu uniforme da polícia como também foi a última vez que fiz uma missão daquele tipo. Vocês vão começar a entender isso... agora."
-
Até que enfim você acabou de falar! Da próxima vez, eu vou embora e você narra o resto, ok?
Bem... dado a introdução, a história começa em uma pequena cidadezinha no interior de Los Santos:


E lá está Jhonny, membro da SWAT, sendo o melhor de sua equipe. Infelizmente, ele foi obrigado a ver coisas terríveis acontecerem com seus companheiros em prol desse mérito... mas ele não parecia muito disposto a abandonar o seu trabalho...

... ainda:


Jhonny sai de casa com pressa. Ele precisa passar por outra cidadezinha para buscar seu amigo Zack, e só então ir para Los Santos. Eles precisam estar lá para discutir acerca dos documentos e da operação feita anteriormente:


Mas talvez esse não parecesse ser um dia comum para ele...


Continua...(?)
Operação 512
-

Bem... continuo? Melhor continuar a outra? Opinem.

9 comentários:

Ulisses disse...

Continua

DENDEROTTO disse...

Continua, mas pelo menos encerrava a outra né ¬¬

Luiz Vinicius disse...

A outra ficou tanto tempo parada, que seria estranho voltar do nada. E tambem, uma série tão boa como aquela não mereçe ser acabada as pressas.

Júlio Cézar disse...

Continue

Mr. Konnor disse...

Continue. Pena que tá "um pouco" irrealista isso ai!

Eduardo [FH] disse...

Continua,claro.

Gustavo disse...

Continua, mas tambem continua a outra

Winleez disse...

Continua Sim!
Essa ficou phoda!
A Combates no GTA Já deu o que tinha que dar.
Por acaso a Combates no GTA começou na briga de armas do Carl e o Tommy?
Abraços!

Winleez disse...

Continua Sim!
Essa ficou phoda!
A Combates no GTA Já deu o que tinha que dar.
Por acaso a Combates no GTA começou na briga de armas do Carl e o Tommy?
Abraços!