segunda-feira, 18 de outubro de 2010

3ª Vara Civil de Barueri impede venda de expansão de "GTA IV" no 'mundo'


A assessoria de imprensa do escritório Mello Advogados anunciou nesta segunda-feira (18) que uma liminar expedida pela 3ª Vara Civil de Barueri definiu que a Rockstar Games Inc. e a Synergex do Brasil estão impedidas de comercializar e distribuir em todo o mundo o disco de expansão "Episodes From Liberty City", de "Grand Theft Auto IV", para PlayStation 3, Xbox 360 e PC.

O motivo alegado é o uso indevido do funk "Bota o dedinho pro Alto", interpretada pelo menor de idade MC Miltinho e composta pelo pai dele, Hamilton Lourenço, presente na expansão "Ballad of Gay Tony". Além da proibição de comercialização do game, o compositor e o filho pedem tambem indenização material e moral no valor de R$ 500 mil.

Segundo o comunicado, a Rockstar chegou a apresentar um documento que autorizaria o uso da canção no jogo, mas assinatura não confere com a dos autores da ação.

Veja abaixo na íntegra o despacho proferido pela 3ª Vara Civil de Barueri:

Despacho ProferidoFls. 115/117: vistos. Melhor analisando os autos, observo que a obra musical utilizada no repertório da trilha sonora do jogo "Gand Theft Auto IV" intitulada "Bota o Dedinho pro Alto", conforme se verifica a fls. 54, é de propriedade do Co-Autor Hamilton (fls. 37/42). A assinatura do documento denominado concessão de direito não foi reconhecida pelo Autor (fls. 79 e 104), razão pela qual, DEFIRO "in audita altera pars" a antecipação da tutela pleiteada. Portanto, determino que a Ré Rockstar Games se abstenha da veiculação do jogo em testilha, versão "Episodes From Liberty City", recolhendo os exemplares distribuídos ao redor do mundo; bem como que a Co-Ré Synerges do Brasil se abstenha de distribuí-lo em território nacional, retirando do mercado a aludida mídia, no prazo de 48 (quarenta e oito) horas, sob pena de multa diária de R$ 5.000,00 (cinco mil reais). Expeçam-se carta rogatória e mandado para citação e intimação das Rés, conforme determinado a fls. 112. Sem prejuízo, esclareça a Escrevente responsável pelo cumprimento do processo, acerca das reclamações de fls. 116, no prazo de 48 horas. Int.

Problemas com gravadora

Segundo reportagem publicada pelo site O Dia, no dia 30 de março, a música chegou à Rockstar com o nome de "Kid Conga" por meio da gravadora alemã Man Recordings, que teria também distribuído a música como toque de celular para uma operadora chilena.

Contudo, à época, o compositor Hamilton afirma não ter assinado contrato com a gravadora. A empresa chegou a entrar em contato, fazendo proposta e definindo uma data para assinar o documento, mas no dia combinado o representante da Man Recordings pediu apenas para filmar o menino dançando e cantando.


Fonte: UOL Jogos

9 comentários:

Big $ilver disse...

kkkkk se ferrou rockstar, por causa de um dedinho erguido kkkk

DENDEROTTO disse...

Caramba! Barueri conseguiu fazer isso O_O

Eduardo disse...

Barueri fim do mundo fez alguma coisa util. RAIRIAIRAIRIARIA

..:λrTµЯMV::.. disse...

putz, ta errado, n é "Bota o dedinho pro Alto", e sim "vem menina vem sem medo"

raul disse...

ROLA UM ABAIXO ASSINADO CONTRA ESSES FILHOS DA PUTA QUE FIZERAM ISSO???

roney the hedgehog disse...

Isso e que não da fazer gta 4 de ps2
deu nissso

caio cartaxo disse...

QUANDO A ROCKSTAR FAZ ALGUMA COISA EM NOME BRASILEIRO O FPD VAI PROCESSAR?
AA VSF -.-

Dan Lecoc disse...

Foda-se, uma música idiota dessa tinha que ser tirada mesmo...
Colocasse alguma coisa decente como rock nacional (não restart, desinformados) e outros estilos...

Gabriel disse...

"QUANDO A ROCKSTAR FAZ ALGUMA COISA EM NOME BRASILEIRO O FPD VAI PROCESSAR?
AA VSF -.-"

ambém fiquei com essa sensação, vtnc, eh mt legal qd vemos referências ao Brasil nos jogos da Rockstar, agora um otário vai processar isso? Se eu trabalhasse na Rockstar nunca mais ia por nenhuma referência ao Brasil...